Estudar em Portugal: Saiba como funciona o ensino superior no país!

Muitos brasileiros estão atravessando o oceano e buscando oportunidades de estudo e trabalho em terras Lusitanas. Uma das razões que explicam esse aumento na quantidade de estudantes brasileiros que decidem estudar em Portugal é o número crescente de Instituições de Ensino Superior que já aceitam o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como uma forma de ingresso.

Se você é um destes jovens que está sonhando em estudar em Portugal mas tem mil e uma dúvidas sobre o assunto, não se preocupe! Neste post nós abordamos os principais tópicos relacionados ao ensino superior em terras portuguesas. Não deixe de ler!

Estudar em Portugal: Como funciona o ensino superior no País?

Ciclo de Estudos e instituições de ensino

Basicamente, o ensino superior português segue as normas da União Europeia (U.E.). Sendo assim, os ciclos de estudos estão divididos em três:

  • 1º ciclo ou Licenciatura (03 anos);
  • 2º ciclo ou Mestrado (02 anos);
  • 3º ciclo ou Doutorado (03 anos).

Fora essa divisão comum mencionada acima, há também o Mestrado Integrado, que é uma formação mais duradoura e une em um só curso dois ciclos diferenciados. Mas essa opção só está disponível para cursos específicos, tais como Medicina e Odontologia.

As instituições de ensino no país dividem-se em Universidades e Politécnicos. Ambas as instituições podem ser públicas ou privadas.

Sistema de Atribuição de Valores

O sistema de atribuição de valores entre Brasil e Portugal é bastante distinto. Em Portugal, os valores das notas vão de 0 a 20. Essa informação é importante porque o histórico escolar brasileiro precisará ser adaptado ao sistema de valores português. Para isto, você terá que solicitar a equivalência para o ensino superior.

Ano letivo em Portugal

Outra diferença entre estudar em Portugal ou no Brasil é a questão do ano letivo. Em terras lusitanas, o ano letivo tem início no meio de Setembro. É isto mesmo, os semestres são divididos assim em Portugal:

  • 1o. Semestre: de Setembro a Janeiro;
  • 2o. Semestre: de Fevereiro a Junho.
Período de Inscrição nas Universidades

Como o 1o. semestre letivo mas universidades portuguesas começa no mês de Setembro, as inscrições devem ser feitas entre os meses de Março a Julho. Para saber o período exato em que deve fazer sua inscrição, você deve, em primeiro lugar, escolher a(s) instituição(ões) que te interessa(m). Cada Universidade ou Politécnico tem seu próprio calendário.

Formas de ingresso nas Universidades

Como já mencionamos acima, uma das vantagens para quem quer cursar a graduação em uma universidade portuguesa é a possibilidade de ingresso por meio do ENEM. Atualmente, o exame é aceito por 18 (dezoito) instituições portuguesas.

Já para os cursos de pós-graduação, é preciso verificar junto à(s) instituição(ões) que você escolheu qual é o processo de admissão para o seu curso. A maioria das universidades permite que o candidato se inscreva e envie a documentação necessária pela internet.

Uma dificuldade que poderá surgir é relacionada ao pagamento da taxa de inscrição pois algumas instituições utilizam o pagamento via Multibanco o que dificulta o processo para quem está no Brasil. Caso isto aconteça com você, entre em contato com a universidade para tentar realizar o pagamento de outra forma.

Documentos necessários para estudar em Portugal

A documentação exigida para quem deseja estudar em Portugal não é muito complicada. Em geral, as universidades/politécnicos solicitam os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento (atualizada);
  • RG (atualizado e com uma foto recente);
  • Passaporte dentro da validade;
  • Histórico(s) escolar(es);
  • Currículo;
  • Certificados e diplomas.
Quanto custa estudar em Portugal?

Outra diferença fundamental entre estudar no Brasil e em Portugal é o fato de que, em terras lusitanas, todas as universidades são pagas! Isto mesmo, todos os estudantes que ingressam em uma universidade portuguesa, inclusive nas públicas, tem que pagar um taxa denominada Propina. Esta taxa corresponde à mensalidade nas universidades brasileiras.

Vale destacar, também, que alunos estrangeiros (ou internacionais) pagam um valor de Propina maior do que os portugueses. Isto acontece porque, no caso dos cidadãos portugueses, o governo subsidia uma parte do custo da taxa.

Os valores da Propina podem variar de instituição para instituição e também de acordo com o curso. Porém, de maneira geral, os valores cobrados são:

  • Graduação: entre € 4.000 e € 7.000 por ano;
  • Mestrado: entre € 1.037,20 a € 7.000,00 por ano;
  • Doutorado: entre € 2.500 a € 2.750,00 por ano.

Em alguns casos, o estudante brasileiro pode se valer do Estatuto da Igualdade para pagar o mesmo valor de propina que um estudante português. Falamos sobre isto no artigo Estudar em Portugal: como o Estatuto da Igualdade pode ajudá-lo?

Quais são as melhores universidades em Portugal?

Para saber quais são as melhores universidades portuguesas na sua área, consulte o ranking QS que classifica as melhores universidades portuguesas.

Preciso de visto para estudar em Portugal?

Sim, para estudar em Portugal é preciso solicitar o visto para fins de estudos no País. O tipo de visto vai depender do tempo que você vai estudar em Portugal.

  • Visto de Estada Temporária para fins de estudo, se você vai ficar no país por um período de estudos igual ou inferior a 1 (um) ano;
  • Visto de Residência para fins de estudo, se você vai ficar no país por um período de estudos superior a 1 (um) ano.

Você está mesmo decidido a dar um novo rumo à sua carreira e encarar o desafio de estudar em terras lusitanas? Então não deixe de dar uma olhadinha, também, no passo-a-passo que preparamos especialmente para você que pretende estudar em Portugal.

E se você ainda tem alguma dúvida sobre o ensino superior no país, leia o Guia para Estudantes Brasileiros do Ensino Superior em Portugal, elaborado pela Embaixada do Brasil em Lisboa.

Catarina Spagnol

Catarina Spagnol

Catarina Spagnol é formada em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda. Mas gosta mesmo de escrever, de olhar para o céu e transcrever conselhos na terra, compartilhar aprendizados, poetizar as coisas do mundo, e se possível, aprofundar-se no grande emaranhado de fios que se costuram entre si para compor a misteriosa trama que é a vida. Atualmente, estuda Filosofia na Universidade Católica Portuguesa e costura palavras, tal como uma escriba a ouvir sussurros nos cantos do mundo.
Catarina é autora/colaboradora no Blog VTEnoExterior.

2 comentários em “Estudar em Portugal: Saiba como funciona o ensino superior no país!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *