Green Card EUA: como comprovar o tipo de relação familiar?

Uma das exigências do Serviço de Imigração Americano (USCIS) para concessão do Green Card EUA, a residência permanente nos Estados Unidos, é a comprovação da relação familiar existente entre a pessoa que está solicitando o documento e seu responsável (cidadão americano ou o portador do cartão).

Green Card EUA: quais documentos são exigidos para comprovação da relação familiar?

Na tabela abaixo, listamos os documentos necessários para a comprovação do grau de parentesco existente entre o cidadão americano ou o portador da residência permanente com a pessoa que deseja obter o Green Card nos Estados Unidos.

Green Card EUA: tabela de documentos que comprovem a relação familiar

 

 No caso de…
Você deve apresentar os seguintes documentos para solicitar o Green Card EUA:
Cônjuges (Marido/Esposa)
  • Dois formulários G-325Apreenchidos e assinados (uma para você e outro para seus cônjuge);
  • Cópia da certidão de casamento civil;
  • Caso você (ou seu cônjuge) tenham sido casados anteriormente, há necessidade de comprovar que qualquer relacionamento anterior foi legalmente encerrado (Cópias da certidão de divórcio, óbito ou anulação de casamento);
  • Fotos (sua e de seu cônjuge) do mesmo tamanho/estilo utilizado para o passaporte;
  • Comprovantes de qualquer alteração legal de nome (seu e de seu cônjuge). São aceitos certidão de casamento, divórcio, adoção, etc.

Cidadão Americano deve comprovar sua situação apresentando UM dos seguintes documento:

  • Cópia do Passaporte americano válido ou;
  • Cópia da Certidão de Nascimento americana ou;
  • Cópia da Certidão Consular de Nascimento no Exterior ou;
  • Cópia da Certidão de Naturalização ou;
  • Cópia da Certidão de Cidadania

Portador do Green Card deve comprovar sua situação apresentando UM dos seguintes documentos:

  • Cópia (frente e verso) do Formulário Form I-551 (green card) ou
  • Cópia do passaporte estrangeiro que exibe o carimbo que comprova a residência permanente.
Mãe biológica ou mãe gestacional legal (não biológica)
  •  Cópia da certidão de nascimento do filho  emitida por autoridade civil;
Pai biológico
  •  Cópia da certidão de nascimento do filho emitida por autoridade civil;
  • Cópia da certidão de casamento com a mão biológica ou gestacional legal da criança;
  • Se a pessoa não está mais casada com a mãe biológica ou mãe gestacional legal, deverá ser enviada algum documento que comprove o fim do casamento (morte, divórcio ou anulação);
  • Se a pessoa nunca se casou com a mãe da criança antes dela completar 18 anos:
    • Se a criança é reconhecida legalmente, não será necessário enviar nenhum outro documento comprobatório;
    • Mas se a criança não é reconhecida legalmente, será necessário enviar algum documento que comprove que a pessoa estabeleceu um relacionamento paternal (pai-filho) antes da criança completar 21 anos ou se casar. Esta evidência deve ser caracterizada por um envolvimento emocional e/ou financeiro na vida da criança.
Padrasto/Madrasta
  • Cópia da certidão de nascimento da criança (enteado) emitida por autoridade civil;
  • Cópia da certidão de casamento civil com o padrasto/madrasta do enteado;
  • Comprovante do término legal de todos os casamentos anteriores do padrasto (ou madrasta), tais como atestado de morte, divórcio ou anulação do casamento).
Pais adotivos (mãe ou pai adotivo)
  • Cópia do certificado de nascimento original da criança;
  • Cópia do atestado final de adoção;
  • Documento que comprove que o pai/mãe adotivo(a) tem 2 anos de custódia legal (isto pode ter sido emitido pelo Tribunal antes do atestado final de adoção);
  • Documento que comprove que o pai/mãe adotivo(a) tem 2 anos de custódia física (tempo de convivência entre pais e filho);

Fonte: Tabela de documentos exigidos para comprovação de relacionamento familiar para obtenção do Green Card EUA exibida no site da USCIS (http://www.uscis.gov/family/family-us-citizens/children/bringing-children-sons-and-daughters-live-united-states-permanent-residents).

 

Este post é meramente informativo e as informações contidas nele não devem ser consideradas como aconselhamento jurídico. Cada caso tem suas particularidades e deve ser avaliado por um profissional especializado.

 

Marlise V. Montello

Marlise V. Montello

Marlise V. Montello é jornalista. Em 2014, começou a escrever o blog MeusRoteiros.com que tinha uma seção dedicada a assuntos de interesse dos brasileiros residentes no exterior. A seção fez tanto sucesso que a jornalista decidiu criar um novo blog, totalmente dedicado a este público. A ideia é levar informação de qualidade aos brasileiros que, por algum motivo, decidem viver fora do Brasil.

6 comentários em “Green Card EUA: como comprovar o tipo de relação familiar?

  • outubro 27, 2017 em 4:34 pm
    Permalink

    Oi por um mau entendi com meus passaportes minha situacao esta ilegal no pais. meu marido não tem problema e ele vai aplicar para o Grenn Card. Eu como esposa também terei direito ao Green Card ou não?

    Resposta
  • novembro 22, 2015 em 3:49 am
    Permalink

    Oi Marlise! Seu trabalho tem orientado muitas pessoas, desconhecidas em sua maioria. Parabens pela utilidade pública que vem realizando!
    Sou filha de cidadã americana. Minha mae nasceu nos US e veio pro Brasil aos 4 anos. Meus avós eram brasieiros e estavam lá a trabalho.
    Ela já tem o passaporte americano, mas nunca votou ao país.
    Tenho 38 anos e 2 filhos. Não sou casasa e gostaria de aplicar para o greencard.
    Você tem alguma informação sobre minhas possibilidades? Já pesquisei no USCIS e vi que tenho direito, mas me sinto insegura, pois não está claro se eles podem negar… Enfim, você tem alguma dica pra mim?
    Obrigada e continue postando!
    Abs

    Resposta
    • Marlise V. Montello
      novembro 22, 2015 em 8:25 pm
      Permalink

      Olá Carolina,
      Muito obrigada, mensagens como a sua me dão ânimo p/ continuar pesquisando e tentando levar informação de qualidade aos brasileiros tanto que moram fora quanto os que pensam em fazê-lo.
      Olha, eu sugiro que você procure um(a) advogado(a) de imigração pois é este profissional que vai poder analisar seu caso e te dizer com toda certeza quais são as possibilidades. Mas, como diz um amigo meu, o “não” você já tem certo? Então, não custa tentar obter o sim! 😉
      Não deixe a oportunidade passar!
      Logo embaixo deste post tem uma faixa caixa escrito “Create your own review” e umas estrelinhas p classificar o post. Se você puder dizer o que achou do texto, agradeço muito.
      Desejo boa sorte p você. No que eu puder ajudar, é só contactar por e-mail admin@vivertrabalhareestudarnoexterior.com
      Abs, Marlise V. Montello

      Boa sorte

      Resposta
    • Marlise V. Montello
      outubro 8, 2015 em 3:17 pm
      Permalink

      Olá Antinio,
      Que bom que gostou! 😉
      Voltem sempre ao blog e compartilhe com os amigos!
      Abs, Marlise V. Montello

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *