Viagem Internacional: dez informações importantes para você!

Nos últimos anos, a maioria dos países tem adotado medidas mais rígidas nos portos de entrada de estrangeiros em seus territórios. Com o recente ataque terrorista em Paris, isto tende a aumentar ainda mais, especialmente nos aeroportos. Por isto, antes de embarcar para sua viagem internacional rumo a uma nova vida no exterior, informe-se sobre as normas alfandegárias do país para onde você pretende viajar.

Apesar de muitos países não exigirem visto de cidadãos brasileiros, há uma série de outros requisitos que podem ser exigidos pelos agentes da imigração no momento em que o viajante chega no seu destino tais como, bilhete aéreo de retorno ao Brasil, comprovante de hospedagem, alguma comprovação financeira relacionada aos custos da hospedagem e o seguro de saúde internacional.

Além de portar toda a documentação exigida pelas autoridades para entrar em outro país, é importante também, que esta documentação esteja de acordo com o seu tipo de viagem. Por exemplo, as exigências relacionadas à documentação no caso de uma viagem internacional de estudos ou a trabalho pode ser completamente diferente de uma viagem de turismo.

Estar com a documentação correta e obedecer os requisitos do país de destino é, sem dúvida, o primeiro requisito para começar uma vida nova sem imprevistos!

Dez dicas importantes para sua viagem internacional

Viagem Internacional: 10 Recomendações importantes!

O Ministério das Relações Exteriores, por meio do seu Portal Consular, disponibiliza várias informações úteis tanto para os cidadãos brasileiros que já vivem fora do Brasil quanto para aqueles que estão se programando para fazer sua primeira viagem internacional.

Já falamos, por exemplo, sobre a Cartilha de Orientações para o Trabalho no Exterior e a Cartilha Brasileiras e Brasileiros no Exterior, ambas produzidas pelo Governo Brasileiro com o intuito de orientar os cidadãos que decidem deixar o Brasil para viver no exterior.

Neste post nós selecionamos 10 itens que achamos extremamente importantes para quem está prestes a embarcar para uma viagem internacional seja a turismo ou já pensando em ficar. Confira!

1. Exigências da imigração

Cada país utiliza diferentes critérios e exigências para a entrada e permanência de estrangeiros em seu território. Antes de embarcar para sua viagem internacional, certifique-se junto à Embaixada ou Consulado do país para onde você pretende viajar quais são esses requisitos. E não se esqueça de especificar o tipo de viagem que você está fazendo. Os requisitos podem ser diferentes dependendo do tipo de viagem, inclusive em relação ao prazo de validade do passaporte.

Já falamos sobre os requisitos que podem ser exigidos pela França e pela Espanha. Não deixe de ler, também, o artigo com 15 dias para quem vai viajar para a Europa.

2. Visto de Turismo x Visto de Estudo/Trabalho

Não viaje com visto de turista se o objetivo da sua viagem internacional for estudar ou trabalhar no país de destino. Visto de turismo, como o próprio nome diz é para quem vai fazer turismo. Tentar entrar em outro país com o visto errado pode ter consequências mais graves. Você corre o risco de ser preso e deportado.

3. Não exigência do visto de turismo

Alguns países não exigem visto para turistas brasileiros. Mas atenção, essa dispensa não serve para quem for estudar ou trabalhar no exterior.

Atualmente existe 93 países que não exigem visto de turismo para viajantes brasileiros. Lembramos, ainda, que para entrar nos países do Mercosul (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela) basta que o viajante brasileiro apresente um documento válido.

4. Ter o visto não garante entrada em outro país

Esta é uma das informações que, acredito, nem todo marinheiro de primeira viagem internacional conhece. Muitos acham que o fato de ter o visto em mãos é garantia de entrada nos países em que ele é exigido. Isto não acontece. Claro que, o visto é essencial para você entrar no país que o exige mas, quem decide, de fato, se o viajante pode ou não entrar em um país é a autoridade da imigração. “É decisão soberana de todo país aceitar ou não a entrada de cada estrangeiro no seu território”(MRE).

A desconfiança sobre os reais motivos da ida ao país é motivo suficiente para não permitir a entrada do estrangeiro.  Por isto, o MRE aconselha que você adote sempre tom respeitoso e evite cair em contradições nos contatos que porventura mantenha com as autoridades estrangeiras durante uma viagem internacional.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre esta questão, leia o artigo Visto x Per. de Permanência, onde explicamos o processo de entrada nos Estados Unidos, um dos países que ainda exigem visto de cidadãos brasileiros.

5. Tempo de Permanência

Outra informação que muitos confundem diz respeito ao tempo de permanência. Embora, em geral, exista um certo padrão no tempo de permanência do viajante em um determinado país, quem realmente define quanto tempo você poderá ficar em território estrangeiro é a autoridade de imigração no ponto de entrada.

Por exemplo, atualmente, o período normal de permanência dado para os brasileiros que viajam para os Estados Unidos é de 6 meses. Porém, eventualmente, pode acontecer do agente da imigração olhar para você e definir que você só poderá ficar no país por 3 meses. Ele tem autoridade para fazer isto. Portanto, depois que passar pela imigração, tome o cuidado de verificar qual foi o prazo autorizado para a sua permanência naquele país, assim você evitará complicações posteriores.

6. Imigração ilegal

Como mencionado no item 1, cada país tem uma série de exigências para a entrada de estrangeiros em seu território. Portanto, se alguém prometer te levar a qualquer parte do mundo sem a apresentar determinados documentos, desconfie!! Pode ser um caso de imigração ilegal e você poderá acabar preso naquele país.

7. Seguro Médico Internacional

Este, sem dúvida alguma, é um dos itens imprescindíveis de uma viagem para o exterior. Imprevistos acontecem e você deve estar prevenido. Já contei em outro blog sobre o meu acidente na França, quebrei o braço e tive que fazer uma cirurgia. Felizmente eu havia contratado um seguro de viagem internacional e, simplesmente, nem cheguei a ver a fatura do hospital. Mas, imagino quanto eu teria gasto caso tivesse que arcar com todas as despesas (hospital, anestesista, cirurgião e exames). Falo sobre isto no artigo Seguro de Viagem da World Nomads, um dos melhores!

8. Contatos de urgência no exterior

Embora muitas pessoas reclamem dos serviços oferecidos, as embaixadas e consulados devem ser o porto seguro do cidadão brasileiro no exterior. Por isto, caso tenha algum problema fora do Brasil, não hesite em contactar estes órgãos, eles tem o dever de orientá-lo em assuntos que sejam de sua competência. Os endereços podem ser encontrados neste link.

9. Transporte de medicamentos

Algumas pessoas fazem uso de remédio contínuo e, obviamente, precisam transportá-los durante a viagem. Antes de embarcar, procure informações sobre o assunto e consulte seu médico, caso julgue necessário. Assim você poderá evitar transtornos por conta disto durante a viagem.

10. Prisão no exterior

Caso aconteça alguma coisa no exterior e você venha a ser detido por autoridade estrangeira, reserva-se a você, o direito de pedir para telefonar para o órgão brasileiro (Embaixada ou Consulado) mais próximo. Não deixe de exigir o seu direito!

Além das recomendações acima,caso o país para onde você pretende viajar esteja passando por algum tipo de conflito ou conturbação, aconselha-se que você consulte a Divisão de Assistência Consular do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília, antes de embarcar.

 

Marlise V. Montello

Marlise V. Montello

Marlise V. Montello é jornalista. Em 2014, começou a escrever o blog MeusRoteiros.com que tinha uma seção dedicada a assuntos de interesse dos brasileiros residentes no exterior. A seção fez tanto sucesso que a jornalista decidiu criar um novo blog, totalmente dedicado a este público. A ideia é levar informação de qualidade aos brasileiros que, por algum motivo, decidem viver fora do Brasil.

4 comentários em “Viagem Internacional: dez informações importantes para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *