Viagem para Espanha: o que preciso para entrar no país sem problema?

Você está se programando para fazer uma viagem para Espanha? Então, preste muita atenção neste artigo. Embora cidadãos brasileiros – em viagem de curta duração – sejam isentos de visto para entrar em terras espanholas, há uma série de outros documentos que podem ser exigidos pelos agentes da imigração no momento em que você chegar no país.

Considera-se viagem de curta duração, aquela cuja estada no país para turismo, estudo ou negócios, não exceda 90 dias em um período de 180 dias. Caso a sua estada no país seja maior do que 90 dias você deve solicitar um visto.

Segundo consta na página do Consulado Geral do Brasil em Madri, cerca de 40 brasileiros são proibidos de entrar na Espanha a cada mês. Portanto, se você está prestes a visitar o país, lembre-se de levar com você todos os documentos exigidos. Pode ser que os agentes da imigração simplesmente não exijam nada mas, pode ser que você seja o escolhido do dia e, neste caso, é melhor estar prevenido. 😉

Viagem para Espanha (Aeroporto de Bajajas - Madri)

Viagem para Espanha: outros requisitos de entrada que podem ser exigidos

Abaixo listamos os documentos que você deve portar ao viajar para Espanha. A não apresentação de qualquer um deles pode impedi-lo de permanecer em terras espanholas.

1. Validade do passaporte

Antes de embarcar na sua viagem para Espanha é imprescindível que você verifique a data de validade do seu documento de viagem. Não basta que o mesmo esteja em vigor. É preciso, também, que ele seja válido por, pelo menos, 3 (três) meses após a data que você pretende deixar os países do Espaço Schengen. Falamos sobre isto no artigo validade do passaporte para entrar no continente europeu.

2. Passagem aérea de volta para o Brasil ou comprovante de viagem para outro país

É importante que você leve sempre uma cópia impressa do bilhete aéreo de volta para o Brasil ou, caso você pretenda visitar algum outro país, algo que comprove a continuidade da sua viagem (se possível, o bilhete aéreo/ônibus/trem).

3. Comprovar que tem meios de financiar sua estada na Espanha

O cidadão brasileiro que deseja viajar para Espanha deve ter como comprovar que tem dinheiro suficiente para bancar sua estada no país. O valor exigido é de 68 euros por dia de permanência (por pessoal). O valor mínimo total é de 570 euros. Ou seja, não importa se a sua passagem pela Espanha tenha a duração de apenas 3 (três) dias, por exemplo, você tem que possuir, no mínimo este valor de 570 euros.

Esta quantia deve ser comprovada de alguma forma, seja por meio de cheques de viagem, cartão de créditos ou mesmo, em espécie. Caso opte pelo cartão de crédito, o viajante deve apresentar extratos de conta expedidos pelo próprio banco.

4. Não estar proibido de entrar na Espanha e/ou não representar perigo para a ordem pública, segurança nacional ou relações internacionais.

Existem alguns fatos que podem impedir um viajante de entrar na Espanha, tais como:

  • ter sido deportado por algum país-membro;
  • ter permanecido, em viagem anterior, além do prazo permitido para turistas (três meses) ou estar reingressando no Espaço Schengen antes de decorridos três meses da última saída deste território.
  • Proibição expressa por atividades consideradas contrárias aos interesses de ãlgum dos países que fazem parte do Espaço Schengen, qualquer relação com organizações criminosas ou perigo para a saúde ou ordem pública.
5. Seguro de Saúde ou de viagem

A Espanha não oferece sistema de saúde para brasileiros como acontece, por exemplo, em Portugal e Itália. Falamos sobre isto no artigo Assistência médica gratuita para brasileiros no exterior. Por isto, é importante que você contrate um seguro que cubra a integralidade da sua estada. Nós sempre utilizamos o seguro da World Nomads pois, além de ter um preço muito competitivo, já utilizamos e sabemos que é confiável.

6. Apresentar documentos que justifiquem a sua viagem para Espanha

Os agentes da imigração espanhola podem exigir documentos que justifiquem a sua viagem para Espanha. Estes documentos podem variar de acordo com o tipo de viagem.

  • Caráter profissional, científico, desportivo ou religioso:
    – convite de empresa, autoridade ou instituição;
    – documentos relacionados à missão que motiva a viagem;
    – cartões de acesso a feiras e congressos.
  • Estudos, formação ou pesquisa:
    – documento de pré-inscrição ou admissão da instituição de ensino legalmente reconhecida;
    – carnê de estudante ou certificados relativos aos cursos seguidos.
  • Turismo ou privadas:
    – reserva em hotel ou estabelecimento de hospedagem ou carta-convite (caso você vá se hospedar na casa de alguém);
    – confirmação de reserva em viagem organizada;
    – passagem de volta ou de circuito turístico.

Se você pretende ficar hospedado na casa de algum amigo ou conhecido, não esqueça de solicitar a carta-convite. Explicamos como você pode obtê-la no artigo Carta-convite: um documento importante para quem vai viajar para Espanha.

Para quem pretende visitar a França, não deixe de ler o artigo onde citamos os documentos que podem ser exigidos pela imigração francesa.

Fonte: Consulado Geral do Brasil em Madri

 

Marlise V. Montello

Marlise V. Montello

Marlise V. Montello é jornalista. Em 2014, começou a escrever o blog MeusRoteiros.com que tinha uma seção dedicada a assuntos de interesse dos brasileiros residentes no exterior. A seção fez tanto sucesso que a jornalista decidiu criar um novo blog, totalmente dedicado a este público. A ideia é levar informação de qualidade aos brasileiros que, por algum motivo, decidem viver fora do Brasil.

3 comentários em “Viagem para Espanha: o que preciso para entrar no país sem problema?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *